• 1
  • 2
  • 3
  • 4
bate-papo-2 category image beleza category image
11 de Setembro de 2018

Oi, amores! ❤️ Tudo bem com vocês?

Quem aqui me viu há alguns dias atrás nos Stories do Instagram, com o rosto descascando? 🤔 Pois, quem viu, sabe que era consequência de um protocolo de tratamento contra o melasma, que iniciei recentemente com um peeling facial. Na verdade, desde muito tempo que minha pele sofre do melasma, e por esse motivo, busquei auxílio da Dra. Alessandra Toledo (@draalessandratoledo), que é dermatologista e especialista no tratamento de manchas na pele. Na ocasião, ela nos compartilha algumas informações, assim como sugestões de como combater e prevenir o tão indesejado melasma.

Mas o que é isso? Trata-se de um distúrbio da pigmentação, onde se formam manchas escuras que podem variar entre vários tons de marrom, por excesso de melanina, o pigmento da pele. É mais comum em mulheres entre os 20 e 50 anos, mas pode afetar também os homens. O melasma atinge mais comumente a testa, as bochechas, o nariz e a região acima dos lábios. Porém, pode surgir em toda a face, bem como no colo e parte externa dos braços.

Melasma? Calma, que tem jeito!

Causas: 

Não existe uma única causa definida para o melasma. Seu surgimento está relacionado, principalmente, à exposição solar, fatores hormonais (gravidez e-ou uso de anticoncepcionais), predisposição genética, uso de determinadas medicações e até mesmo alguns cosméticos.

Sintomas:

Um de seus principais sintomas é o escurecimento das áreas da pele mais expostas ao sol, especialmente no rosto. As cores podem variar conforme o tom de pele da pessoa, sendo o formato irregular, e geralmente simétrico (igual dos dois lados da face).

Cura: 

Uma vez que não há cura para o melasma, o ideal é se prevenir, especialmente evitando a exposição excessiva ao sol, e usando protetor solar diariamente. Sua aplicação deve, SIM, ser feita diversas vezes ao longo do dia.

Diagnóstico: 

O diagnóstico de melasma não é complicado, mas tem de ser feito por um especialista. O dermatologista também pode indicar os tratamentos mais indicados para prevenção e alívio dos sintomas.

Tratamentos: 

Atualmente, existem diversos tratamentos, além de cremes e medicamentos, que proporcionam bons resultados na diminuição e clareamento das manchas.

O Ácido Tranexâmico via oral é uma substância que previne a ação do melanócito pela radiação ultravioleta. Ou seja, bloqueia as inflamações causadas pelo sol e o aumento na formação de melanina. Já o Laser Nd Yag Q-switched, com energia baixa e pulso ultrarrápido, destrói o pigmento sem causar queimadura, pois libera pouco calor.

O Microagulhamento consiste em microperfurações que estimulam os fibroblastos, células responsáveis pela produção de colágeno e reduzem a pigmentação de manchas. Já o Peeling Químico é muito eficaz para o tratamento de vários tipos de manchas, o peeling promove a renovação da pele, tornando-a mais firme, jovem e com coloração mais uniforme.

Quem mais aí sofre de melasma? Já fizeram algum tratamento? Me contem tudinho aí nos comentários. 😘

LEIA TAMBÉM:

  • Dailus Color lança coleções Atrás do Arco-Íris e Nude Cada Um Tem O Seu
  • Terapia Capilar Orgânica Surya Brasil Terapia Capilar Orgânica Surya Brasil
  • Os melhores looks do Baile da Vogue 2017! Os melhores looks do Baile da Vogue 2017
  • Beauty Fair 2017: por onde passei, o que vi, e o que achei. Beauty Fair 2017: por onde passei, o que vi, e o que achei.
  • Comente pelo facebook:
    Comente pelo Blog:

    1. Letícia Guedes, 11 de Setembro de 2018

      Olá! Já tinha ouvido falar a respeito do melasma, mas não sabia que existiam tantos tratamentos. Imagino que custem caro, mas parecem mesmo valer a pena

      • Melissa Kemmer
        Melissa Kemmer, 13 de Setembro de 2018

        Baratos realmente não são, mas posso garantir que dão excelentes resultados. Você não vai se arrepender, não!

    2. Cintia, 11 de Setembro de 2018

      Olá! Eu preciso me cuidar, tenho algumas manchas na pele nunca fiz tratamento. Vou procurar um dermatologista, adorei sua dica. Abraços.

      • Melissa Kemmer
        Melissa Kemmer, 13 de Setembro de 2018

        Fico feliz em poder ajudar! Se for de SP, procura a Dra. Alessandra Toledo, que ela é ótima nisso. Beijos!

    3. Mariana Carvalho Monteiro, 11 de Setembro de 2018

      Explicação bem detalhada. Gostei bastante. Acho que tenho tendência à malesma. É bom conhecer sobre o assunto pra ficar de olho.

      • Melissa Kemmer
        Melissa Kemmer, 13 de Setembro de 2018

        Verdade, e nada melhor do que sabermos que tem solução e tratamento, não é mesmo? E olha, se você for de SP, a Dra. Alessandra Toledo é top, viu?